Elsa Rossi

Londres – Reino Unido

Sempre que surgir a oportunidade, vamos colocar um livro espírita nas mãos de uma criança, de acordo com a sua idade ou maturidade, mostrando o tesouro da leitura e ajudando-a a sentir o amor pela criatividade que o livro traz. Este é nosso maior papel como espíritas, enquanto pais, educadores, cuidadores, que amamos a vida.

 

A magia da leitura se transforma em um aprendizado, em diálogo, em criatividade, em segurança, aumentando o vocabulário e o conhecimento, neste lindo baú da história da consciência.

 

Ao colocarmos um livro nas mãos de uma criança ou jovem, quase que num ritual de importância desse tesouro que está a abrir, se torna uma conquista só sua, pois trará para sua mente as viagens que as histórias proporcionam.

 

Essa criança, esse jovem, saberá dialogar, contar histórias, falar de si, interagir, ouvir, e criar mentalmente espaço para a sua imaginação registrar o oculto nas bordas da mente.

 

Há pouco tempo, lendo um comentário na internet, achei por bem aqui colocar, dado que está inserido no que será bom entender, com relação ao livro-leitura-criança-jovem. “O contato com os livros, o ato de sentir o cheiro, as texturas e interagir com as histórias auxilia no desenvolvimento psicomotor, cognitivo e intelectual das crianças.” (1)

 

Interessante que tenho observado em muitas pessoas o hábito de cheirar livros. Creio que isso vai desenvolver áreas do cérebro, ligando o cheiro com a leitura, com a história e com o conteúdo do livro.  Daí a importância de livros atrativos para crianças com capas que as incentivam a abrir e ler, a querer levar pra casa, a querer sentar e mergulhar na histórias, a querer depois contar para a mãe, pai, amiguinho, vovô, etc, o que está lendo, motivando assim a melhoria de redações nas escolas, nos períodos de aula e com as tarefas escolares.

 

 A leitura também contribui para melhoria no vocabulário, na fala e no rendimento escolar, trazendo vários benefícios para as crianças.

 

Escrevendo livros para crianças desde longa data, tenho a certeza absoluta​ de que os livros espíritas infantis têm desempenhado um papel de vital importância na Literatura Espírita e na educação de jovens e crianças em nossos lares espíritas, ou nas instituições que oferecem a Educação Espírita para Criança e Jovem.

 

Desde tenra idade, os pais deveriam aproveitar a oportunidade dada por Deus de serem pais biológicos ou de coração e criar o hábito da leitura saudável na rotina de seus filhos, bem como de se interessar pelos conteúdos, ajudar na escolha do livro, levar uma vez por mês a biblioteca, ou uma boa livraria, ou olhar livros gratuitos como os que ofereço online, os quais podem ser baixados em PDF nos seus tablets, hoje tão comum em qualquer família, mesmo as mais simples.

 

A mente​/cérebro​ da criança e do jovem ​é como um dínamo que está em constante movimento, aberto à criação, preenchendo os espaços e assim, sem nos darmos conta em tempo hábil, os nossos amores estarão voando, imaginando, o que a vida lá fora, “os amiguinhos” da internet, do youtube, passam a eles.

 

 Consideramos ainda, a perturbação que pode acarretar as mentes infantis, as obsessões em criança, e em jovem que, sem o amparo, a boa educação em casa, realmente saem para a imaginação desenfreada em negatividades e condutas que acarretam sofrimento moral, espiritual e mesmo físico, quando parte para as drogas.

 

Compreender a importância dos livros e da leitura na educação infantil é uma atitude necessária, não somente para educadores e instituições de ensino, mas também para os responsáveis e pais, que também devem estar cientes dos benefícios conquistados com a prática da leitura.

 

Assim, são inúmeros os benefícios da literatura infantil e juvenil, na vida de nossos filhos, educandos, netos, sobrinhos. Tenho encontrado tias e tios, que são mais pais e mães de seus sobrinhos, pelo interesse educativo, que os próprios pais, que se isentam de uma educação primorosa, passando mais tempo em seus aparelhos eletrônicos do que o precioso tempo ao lado do seu filho.

 

Posso aqui assinalar alguns apenas, mas cada pa​i/m​ãe, sendo o próprio exemplo seu lar, poderá enumerar muito mais, pois deve ser o conhecedor das fraquezas e potenciais de sua família.

Alguns benefícios da literatura no desenvolvimento infanto-juvenil:

1 –  Os pais são exemplos de atenção​ ao criarem o hábito do diálogo.

2 – A família é unida e conversa sobre o assunto, gerando momentos inesquecíveis para todos.

3 – Ler ajuda a criança a desenvolver a sua criatividade, imaginação e escrita.

4 – O conhecimento geral vem através dos livros, como a viagem em torno da terra.

5 – Ler auxilia na mudança e aprimoramento de comportamentos éticos-morais.

6 – Ajuda a criança na resiliência, na interação, no desprendimento de coisas materiais.

7 – Ajuda a criança e jovem a valorizar a vida, quando pais aproveitam a leitura e dela fazem a ponte para a educação espiritual.

8 – A Literatura infantil tem ajudado ​até mesmo os adultos, que ao lerem os livrinhos, veem a lacu​n​a em suas infâncias.

9 – Os livros de bom conteúdo educativo-espírita ajudam os educadores no seu planejamento de classes interativas modernas.

10 – O livro espírita liberta.

Um recado fraterno de um coração de escritora, educadora e avó de oito netos, para nossos leitores, pais e educadores espíritas:

“Incentivem a leitura o máximo possível. Deixe-os escolher os livros.


Se a escolha não é adequada, converse, troque ideias,  de sua justificativa e ofereça outros títulos, adequado para a idade e a maturidade da criança.  Idade nem sempre significa que tem melhor condição de entender, mas os pais e educadores serão os condutores deste processo.


 Incentivem a que seus amores leiam livros, de papel, virtual, mas leiam. Que possam falar de forma prazerosa e interativa sobre o que leram, do que gostam. Não forcem a ler os que não gostam, pois não reterão o conteúdo fazendo disso momentos não agradáveis. Incentive-os promovendo momentos de descontração e prazer.

A leitura vem para trazer alegria, mente saudável e contribuir para um adulto mais amoroso e compreensivo para com a vida.

Gratidão

(1)  Revista Desenvolvimento Intelectual – Volume 6

 

Elsa Rossi é licenciada em Belas Artes, escritora com vários livros publicados de contos e poemas. É a atual presidente da BUSS – British Union of Spiritist Societies.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.